Blog

Como não Falhar na Hora H? O Temor do Desempenho Sexual.

Muitas pessoas se perguntam se há alguma técnica que ajude no temor do desempenho sexual. E, de forma mais casual, se há alguma coisa que auxilia a não falhar na hora H.

E, muito embora, nós psicólogos que temos formação em Análise do Comportamento, não gostemos de receita de bolo, a resposta é que há sim formas de aumentar as chances de que um homem tenha e mantenha a ereção no momento da relação sexual.

O sexo precisa ser agradável, mas há uma série de fatores que podem interferir no desempenho de uma pessoa. É preciso analisar diferente pontos e condições para entender o que realmente são os fatores que prejudicam a pessoa na hora H.

Nesse artigo será abordado diferentes tópicos sobre o temor do desempenho sexual, bem como dicas de como não falhar na hora H. Confira!

Há diversos fatores que podem aumentar, de forma significativa, as chances de uma má performance de um homem durante o sexo, tais como:

  • depressão;
  • ansiedade;
  • problemas no relacionamento;
  • problemas de saúde;
  • má alimentação;
  • dores crônicas;
  • idade.

Como Não Falhar Na Hora H?

Há diversas dicas e formas que podem ajudar uma pessoa com o temor do desempenho sexual. Algumas das principais são:

1. Prepare-se para não ter ou perder a ereção durante algumas tentativas

Muitos homens podem ficar nervosos ou ansiosos com sua performance. Em virtude disso, é comum que ocorra problemas na ereção ou um mau desempenho sexual. Portanto, vá para a relação sexual sem expectativas e curta o que for possível.

2. Não inicie relações sexuais com a intenção de que essas cheguem até o final. 

Assim sendo, se possível, se lance apenas numa oportunidade sexual para curtir o beijo, o toque, o corpo da outra pessoa. Procureo focar no que dá prazer a você. Olhe, abrace, beije, chupe, toque e busque se focar nas sensações gostosas da interação.

3. Procure eliminar, ou ao menos reduzir, substâncias psicoativas que possam estar prejudicando o seu desempenho. 

Há estudos que comprovam que algumas substâncias podem diminuir ao desejo sexual e a ereção. Não tome remédios sem prescrição e se for uma medicação prescrita, procure o seu médico para discutir alternativas.

4. Elimine a masturbação como forma de confirmar se você tem ereção ou até mesmo de te dar alívio ao desejo sexual. 

Há diversas pesquisas que mostram que a masturbação, durante horas ou dias, antes do sexo pode diminuir a capacidade eretiva para alguns homens. Se a masturbação estiver aparelhada com pornografia, procure eliminar essa prática também. Já que, assistir a um filme pornô poderia levar à masturbação.

5. O Viagra e o Cialis podem melhorar a performance. 

O Viagra e o Cialis ajudam a melhorar o desejo, a ereção e, consequentemente, a performance. Entretanto, com o passar do tempo, eles vão estabelecer um quadro de dependência psicológica. O que vai trazer mais insegurança e mais ansiedade diante da hora h.

Para uma leitura mais detalhada sobre disfunção erétil, acesse o artigo sobre esse tema, clicando aqui.

Ocorrência De Perda De Ereção

Digo sempre aos meus clientes de terapia sexual que perder a ereção uma ou até algumas vezes não forneceria critérios suficientes para o diagnóstico de disfunção erétil.

Contudo, o impacto emocional da perda da primeira perda de ereção para alguns homens pode ser catastrófica e incapacitante.

Se a(o) parceira(o) reagir mal diante da perda de ereção, criticando, culpando ou se vitimizando diante do problema, a tendência é que o evento fique marcado negativamente na memória de quem perdeu a ereção.

Além disso, muitos homens passam a desenvolver um quadro de posteriores perdas de ereção e isso passa a configurar o diagnóstico, algum tempo depois.

Por isso, o efeito de história da perda de ereção passa a assumir o controle da situação.

Causas do Temor do Desempenho Sexual

O sexo é mais do que apenas uma resposta física. Suas emoções também têm algo a ver com isso. Quando sua mente está estressada demais para se concentrar no sexo, seu corpo também não pode ficar excitado.

Muitas preocupações diferentes podem levar ao problema:

  • Medo de não ter um bom desempenho na cama e satisfazer seu parceiro sexualmente.
  • Má imagem corporal , incluindo preocupação com o seu peso.
  • Problemas no seu relacionamento.
  • Preocupe-se com o fato de seu pênis não “medir”.
  • Preocupação em ejacular muito cedo ou levar muito tempo para atingir o orgasmo.
  • Ansiedade por não poder ter um orgasmo ou aproveitar a experiência sexual.
  • Essas coisas podem levar seu corpo a liberar hormônios do estresse, como epinefrina e noradrenalina.

Cultura e Sexo

Muitos homens acham que têm o dever de desempenhar um bom papel sexual diante de qualquer condição, com qualquer pessoa e a qualquer custo.

No entanto, na verdade, os homens precisam ter desejo pela parceira(o) como um primeiro requisito para terem ereção.

Além disso, as condições ambientais e orgânicas nas quais essa relação aconteça devem ser propícias.

Por exemplo, ambientes inadequados como o interior de um carro parado em uma via pública ou as escadas de um prédio. Desse modo, podem trazer dificuldade de concentração e, com isso, trazer dificuldade de ereção para alguns homens.

Noutra situação, uma pequena quantidade de álcool até poderia ajudar a relaxar e a criar o clima.

Todavia, passada a dose etílica ideal, que varia de homem para homem, o indivíduo teria maior propensão à ação depressora do álcool em determinadas áreas cerebrais. Por conseguinte, haveria uma dificuldade ou impossibilidade de ocorrer a ereção.

Assim sendo, homens, assim como as mulheres, estão sujeitos a funcionar melhor ou pior a depender da parceira(o), do local ou do uso de alguma medicação ou substância psicoativa.

Terapia Sexual Em Brasília

A terapia sexual é o tratamento das disfunções ou inadequações sexuais. Portanto, caso perceba algum indício de disfunção sexual, procure um terapeuta sexual.

Dessa maneira, se você apresenta o medo de falhar na hora h, busque ajuda de um psicólogo de sua confiança. 

No Inpa, a formulação clínica sobre as dificuldades sexuais do cliente de terapia sexual é feita de forma individualizada, adequando-se às técnicas de intervenção ao tratamento específico, o que acelera a resolução do problema e prevenir recidivas.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

Você deve estar logado para postar um comentário.

×