Blog

Quiropraxia: como é feito o tratamento?

Quiropraxia

Você sabe o que é quiropraxia? Já ouvi falar nela? O nome quiropraxia vem do grego: quiro (mãos) e Praxis (praticar). A técnica diagnostica, trata, e previne problemas no sistema neuro-músculo-esquelético.

Neste texto iremos abordar o que é essa prática, onde ela surgiu e quais os seus benefícios.

O que é quiropraxia?

A quiropraxia é uma medicina alternativa e complementar utilizada para tratar problemas músculo-esqueléticos, principalmente da coluna. Essa medicina alternativa usa técnicas da terapia manual, principalmente a manipulação da coluna e de tecidos moles. 

A quiropraxia serve para realinhar e reajustar a coluna vertebral, por meio do manuseio vertebral e outras abordagens. Assim como na reflexologia, para a quiropraxia cada vértebra está ligada a algum órgão ou sistema do corpo humano.

Fundada na década de 1890, a quiropraxia foi desenvolvida pelo canadense Daniel David Palmer e depois pelo seu filho, Bartlett Joshua Palmer, no início do século XX. No entanto essa não foi a primeira vez que a técnica de manipulação articular foi citada. Gregos e chinese citaram ela em manuscritos datados em 2700 a.C. e 1500 a.C., para aliviar as dores na lombar. O pai da medicina, Hipócrates, citou a quiropraxia em diversos manuscritos, dizendo que precisava adquirir mais conhecimentos sobre a coluna vertebral, ponto de origem de diversas doenças.

Seguindo essa linha de raciocínio de Hipócrates, os quiropraxistas acreditam que a coluna é responsável pelo equilíbrio do corpo.

Atualmente, a quiropraxia é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e praticado em vários países.

Quem pode trabalhar com a quiropraxia?

A quiropraxia, atualmente, é considerada pelo Ministério da Educação (MEC) como uma profissão de nível superior, desde 2005. No entanto, a profissão de quiropraxista ainda não é regulamentada, sendo reconhecida apenas como uma ocupação pelo Ministério do Trabalho. A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) reconhece 3 tipos de profissionais:

  • Técnico em quiropraxia;
  • Fisioterapeutas quiropraxistas;
  • Quiropraxistas.

Para atuar na área é preciso fazer um bacharelado. O curso, que tem duração de 5 anos, possui matérias de anatomia, fisiologia, nutrição e biomecânica do movimento. Ademais, é obrigatório estagiar e apresentar um trabalho de conclusão de curso.

Como funciona o tratamento?

A primeira consulta é basicamente uma avaliação. Nela, o paciente conta os seus incômodos, e em seguida o quiropraxista examina a coluna dele. O quiropraxista ainda leva em conta, na avaliação, aspectos neurológicos e ortopédicos. Ainda, é comum que o profissional peça raio-X, ressonância magnética e tomografias para analisar mais detalhadamente a coluna do paciente.

As sessões seguintes são quando o tratamento começa. Nas iniciais, é feito alguns ajustes e realocações vertebrais, variando para cada pessoa. Também são feitas as manipulações articulares, de forma rápida e indolor. Essa manipulações corrigem os desalinhamentos da coluna e das articulações.

Cada sessão pode durar de 15 a 50 minutos, dependendo da demanda do paciente. A frequência é de 1 a 2 vezes por semana. 

A quiropraxia ainda pode ser feita como uma forma de manutenção, depois que a queixa já foi resolvida, com o intuito de evitar que ela volte. 

Quem pode fazer quiropraxia?

A quiropraxia pode ser feita em qualquer idade. Via de regra, quem faz mais são adultos, mas até bebês podem receber sessões.

Benefícios

Além de tratar os problemas da coluna, a quiropraxia pode cuidar de todas as áreas do corpo na qual existe uma dor muscular. Problemas na articulações e tensões musculares podem ser resolvidos com ela. 

Ademais, a quiropraxia ainda diagnostica disfunções do sistema neuro-muscular-esquelético, ajuda no equilíbrio, no ganho de força muscular, no tratamento de enxaqueca e de problemas de sono, como insônia. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×