Blog

6 mitos sobre a terapia online

Você já ouviu falar de terapia online? Sabe como funciona? E conhece os mitos sobre a terapia online?

A terapia pela internet vem ganhando espaço nos últimos anos. Afinal, com os avanços tecnológicos, as pessoas começarem a ter a possibilidade de realizar diferentes tarefas sem sair do conforto de suas casas. 

Em períodos de crise, como o de uma pandemia, a terapia online pode ser um bom recurso para aquelas que estão impossibilitados de sair de casa, mas mesmo assim querem continuar com seu tratamento ou iniciar a terapia.

Além disso, a terapia online pode ajudar pessoas que:

  • não tem serviços psicológicos no local em que vivem;
  • moram no exterior;
  • têm horários complicados;
  • não podem sair de casa;
  • têm dificuldade de locomoção.

A terapia online chega como uma forma de preencher lacunas e abranger cada vez mais pessoas na terapia. É comum que os serviços onlines sejam mais acessíveis e econômicos.

Atualmente, divido a atual situação do Brasil, em 2020, o Inpa aderiu, de forma eficaz e segura, o serviço de terapia online. Desse modo, caso deseje marcar uma consulta ou tirar dúvidas é possível entrar em contato clicando aqui!

Em seguida, há algumas pessoas que ainda têm resistência com o serviço online, porque acreditam que não são tão eficientes quanto ao de uma terapia presencial. No entanto, esses e outros pensamentos são errôneos e considerados mitos.

A terapia online funciona tão bem quanto a terapia presencial e pode trazer resultados duradouros, assim como a presencialmente.

Nesse artigo, será abordado temas como:

  • O que é terapia online?
  • 6 mitos sobre a terapia online.
  • Benefícios da terapia online.
  • Quarenta e terapia online.
  • Onde encontrar o serviço de terapia online?

Confira esses e outros tópicos a seguir!

O que é terapia online?

terapia internet

A terapia online ou, também, terapia eletrônica, aconselhamento eletrônico, teleterapia e aconselhamento cibernético, é conhecida por envolver diversos serviços da saúde mental. 

A teleterapia utiliza a internet para realizar os atendimentos e as sessões com os pacientes. Dessa forma, o terapueta pode usar platomaformas como e mail, videoconferência, mensagens de texto, bate-papo online, mensagens ou telefonemas.

Em geral, a terapia online ocorre em tempo real, mas toda a comunicação entre o psicólogo e o paciente pode ser feita “em atraso”, como no caso de mensagens enviadas por email.

Ainda, nos últimos anos, a terapia online ganhou popularidade e está se tornando uma ferramenta importante nas vidas das pessoas. Além disso, há diferentes razões pelo qual uma pessoa procura o serviço de terapia online. 

Como citado anteriormente, os principais motivos de uma pessoa optar pela teleterapia tem a ver com a acessibilidade, comodidade e conveniência que essa metodologia oferece ao consumidor.

História da terapia online

A história da terapia online, diferente do que muitos acreditam, não é nova. Na verdade, esse modelo começou a ser utilizado por Sigmund Freud, que utilizou esse método para se comunicar com os seus pacientes.

Ademais, em 1982, grupos de apoio e autoajuda começaram a utilizar essa plataforma, porque era uma forma mais fácil de se reunir e se comunicar com mais de uma pessoa. 

Atualmente, há diversas plataformas, sites e aplicativos que oferecem o serviços de saúde mental online. E clínicas privadas que utilizam a terapia online como forma de serviço e apoio aos pacientes.

Em seguida, com o aumento considerável dos serviços de aconselhamento online, ocorreu a fundação da Sociedade Internacional de Saúde Mental Online (ISTMO). Em virtude disso, os serviços onlines, de agora em diante, seguiram diretrizes e informações sobre como oferecer serviços de saúde mental via Internet.

Por conseguinte, nos últimos anos, os sites, aplicativos e plataformas, que se dedicam ao serviço de saúde mental online, se tornaram cada vez mais populares.

É visto que o crescimento e popularidade de smartphones e tablets levou as pessoas a usarem, cada vez mais, serviços online.

6 mitos sobre terapia online

1. A terapia online não funciona

De acordo com um estudo conduzido pela Universidade de Minesota, Estados Unidos, as terapias online além de apresentar os mesmos resultados que sessões presenciais, garantem uma maior economia. Não só para quem busca o serviço, como também, para quem oferece. Tratando-se de termos estruturais.

Ainda, a prática possibilita o acolhimento de pessoas que não têm acesso ao serviço presencial. Além de beneficiar pacientes com alguma limitação ou algum tipo de fobia social. 

Não tenha receio e teste uma sessão de terapia online e veja os resultados eficazes!

2. A terapia online só pode ser feita individualmente

terapia conjugal online

Diferente do que muitos pensam, a terapia online não tem restrição de pessoas e não é feita, exclusivamente, de forma individual. Na verdade, há diversos tipos de terapias online que são feitas com mais de uma pessoa, como a terapia familiar e a terapia conjugal

Ambas modalidades podem ser extremamente benéficas no período de quarentena e isolamento. Além disso, pode ter vantagens na terapia online para casais e familiares, como o ajuste mais fácil do horário das sessões e o local mais adequado para todos os envolvidos.

3. Não tem segurança na terapia online

Para ser aprovado pelo Conselho Nacional de Psicologia, as sessões de terapia online devem respeitar o código de ética e a lei. O que garante o sigilo, até mesmo, nas sessões virtuais.

Dessa forma, a maioria dos portais e clínicas, que oferecem serviços online, contam com medidas para garantir esse sigilo. Logo, os atendimentos virtuais garantem que o conteúdo das sessões não será revelado para terceiros e é um modelo de terapia seguro.

4. Qualquer profissional pode atuar como terapeuta

Assim como na terapia presencial, na teleterapia os profissionais devem ser capacitados e devem, obrigatoriamente, ter o CRV ativo, que é um documento que comprova que esses profissionais seguem sua profissão com ética e com responsabilidade.

Qualquer terapia psicológica, até a online, deve seguir esses critérios, porque trabalhar com a saúde mental de outras pessoas é um assunto sério e deve ser feito por profissionais competentes.

Portanto, ao marcar uma consulta com algum psicólogo, e tiver receios, procure ou peça o CRV do profissional. 

5. A terapia online é pior que a terapia presencial

A terapia online funciona com bases nos modelos da terapia presencial. Assim, não há nenhum prejuízo referente à qualidade de atendimento que será prestado e, por isso, você não deve se preocupar.

Nos dias de hoje, já há estudos que mostram a que a terapia via internet é tão boa quanto a terapia presencial. 

6. Não há vínculo entre o terapeuta e o paciente

Outro mito é que não há vínculo com o terapeuta, mas essa ligação na terapia online também existe. O terapeuta trata seu paciente virtual da mesma forma que trataria um paciente presencial. 

Então, não tenha medo de não se conectar com seu psicólogo, porque esse é um medo que será quebrado na primeira sessão de terapia online. E o vínculo será criado da mesma forma que numa terapia presencial.

No entanto, caso você não sinta a vontade com seu psicólogo há solução para isso. Afinal, na terapia online você tem uma gama de profissionais disponíveis. É possível que você não se identifique com algum profissional, mas isso pode acontecer também na terapia presencial.

Todavia, diferente da terapia presencial, procurar outros psicólogos na terapia online pode ser uma tarefa mais fácil e mais rápida.

Benefícios da terapia online

virtual terapia

Agora que já citamos os mitos, iremos falar sobre os principais benefícios da terapia online. De forma simplificada, os principais benefícios da terapia online são:

Pessoas sem acesso a serviços presenciais podem fazer terapia

A terapia online é uma forma de pessoas que moram em áreas rurais ou afastadas possam ter acesso a serviços de saúde mental. Afinal, há pessoas que não podem ter acesso a terapia presencial e, nesses casos, a teleterapia pode ser uma forma de tratamento para doenças mentais.

Acessível para pessoas com limitações físicas

Essa forma de terapia pode ser ideal para pessoas com deficiência ou que não podem sair de casa. Afinal, a falta de acessibilidade pode ser um problema ao buscar uma terapia. E a terapia online não precisa da mobilidade para ser acessível a todos.

Comodidade

A terapia eletrônica pode ser bem conveniente e cômoda, porque o paciente pode fazer as sessões em qualquer lugar e, até mesmo, no conforto de sua casa. Além disso, a pessoa pode agendar o horário de sua sessão de terapia no horário que achar melhor.

Por fim, há diversas empresas e profissionais que aceitam, também, planos de saúde, o que torna a terapia online uma opção viável, assim como a terapia presencial.

Quarentena e a terapia online

quarentena e terapia online

Atualmente, o mundo está passando por uma pandemia. O novo coronavírus (COVID-19) está fazendo com que diversos países, inclusive o Brasil, tomem medidas de quarenta e de isolamento. 

A quarentena é a reclusão de indivíduos sadios pelo período máximo de incubação da doença. Enquanto isso, o isolamento ocorre quando a pessoa doente tem que se afastar para evitar o contágio de outras pessoas.

Nesses casos e em casos de afastamento social, a terapia online pode ser a solução ideal para as pessoas que querem continuar o seu tratamento psicológico.

Ainda, a quarentena, o isolamento e o afastamento social podem ser momentos difíceis para grande parte das pessoas. Em virtude disso, sentimentos como ansiedade, medo, estresse e tensão podem aparecer.

Portanto, as pessoas podem começar a se sentirem sozinhas, entediadas e desesperançosas. Se sentir sintomas, como:

  • alterações de humor;
  • preocupação excessiva;
  • sentimento de tristeza, vazio e desesperança;
  • inquietação;
  • fadiga, sudorese, tontura e enjoos;
  • atraso de pensamento e dificuldade de concentração;
  • problemas de sono;
  • pensamentos suicidas.

Está na hora de buscar ajuda médica especializada. E, caso não puder sair de casa, procure a terapia online como solução. Afinal, você já viu que os mitos sobre a terapia online não são verdadeiros.

Conselho Federal de Psicologia

O Conselho Federal de Psicologia publicou uma resolução, em 2018, que ampliou as possibilidades de tratamento psicológico no Brasil, principalmente para a terapia online.

Dessa forma, o CFP regulamentou a prestação de serviços psicológicos, que funcionem por meio de tecnologias da informação e da comunicação, por meio de plataformas e de videoconferências.

Assim sendo, a partir de 2018 está autorizada a prestação dos seguintes serviços onlines:

  • consultas
  • atendimentos

Os profissionais poderão tratar qualquer tema e realizar quantas sessões forem necessárias. Assim como nas terapias presenciais.

Onde fazer terapia online?

Há diversos locais que, atualmente, oferecem o serviço de terapia online. Desse modo, há plataformas especializadas no serviço e clínicas de psicologia que estão oferecendo o serviço de sessões de terapia online.

O Inpa, também, está oferecendo esses serviços e conta com uma equipe de psicólogos preparada para realizar sessões terapia online.

Por fim, para agendar a sua consulta, basta ir para a nossa página inicial e clicar no botão “Agende agora”! Os pagamentos podem também serem feitos pela internet, sem precisar sair de casa.

Quarenta e doenças mentais

terapia virtual

Como já explicado, a quarentena pode ser um momento difícil de passar, porque está acontecendo diversas mudanças, como:

  • mudança de rotina;
  • preocupações com a COVID-19;
  • tédio e estresse.

Portanto, é comum que ocorra o aparecimento de problemas psicológicos. Diante disso, os mais comuns são:

Depressão

A depressão vai muito além do sentimento de tristeza, o quadro envolve, também, mudanças na maneira que um indivíduo pensa, sente e age. 

Ainda assim, os transtornos depressivos são, normalmente, regidos por dois sentimentos: sensação de tristeza e sofrimento muito grande e sensação de vazio e falta de emoções.

Há diferentes tipos de transtornos depressivos, que são:

  1. Transtorno depressivo maior;
  2. Transtorno depressivo persistente;
  3. Distimia.

Por fim, a partir do momento em que a depressão começa a afetar sua qualidade de vida e nem o apoio de pessoas próximas ou mudanças no estilo de vida são suficientes, está na hora de buscar ajuda psicológica e médica.

O tratamento da depressão é feita de dois modos: psicoterapia e medicação. A psicoterapia irá ajudar a pessoa a lidar com os sentimentos e os pensamentos negativos. E, em casos mais graves, a medicação ajuda a aliviar os sintomas, mas não é uma forma de cura e pode não fazer efeito em todas as pessoas. Ainda, o medicamento não é uma solução duradoura. 

Ansiedade

A ansiedade é caracterizada por ser um sentimento de inquietação e de preocupação excessiva. E, em geral, aparece em situações normais ou que não são ameaçadoras.

A ansiedade é diferente do medo (resposta a uma ameaça imediata). Dessa forma, a ansiedade envolver uma expectativa ou apreensão de uma ameaça futura.

Assim como na depressão, a ansiedade tem diferentes tipos:

O tratamento da ansiedade é a psicoterapia que pode ajudar a melhorar o quadro e a qualidade de vida. Em casos mais graves, talvez seja necessário o acompanhamento psiquiátrico. A medicação pode ajudar a reduzir os sintomas e controlar algumas alterações atreladas ao quadro.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×