Blog

O que é aromaterapia?

Aromaterapia

O que é aromaterapia?

A aromaterapia é uma medicina alternativa que utiliza o aroma e as partículas liberados de óleos essenciais e fragrâncias. Muitas vezes, a aromaterapia é utilizada com terapia complementar. 

A aromaterapia surgiu há muitos anos. Acredita-se que os chineses, indianos, egípcios e gregos antigos utilizavam os óleos essenciais para fins terapêuticos em cosméticos, perfumes e drogas. No entanto, na era moderna, o uso de aromas e óleos apareceu pela primeira vez em um livro do químico francês, René-Maurice Gattefossé. Segundo Gattefossé, com óleo de lavanda, ele conseguiu tratar efetivamente uma queimadura em sua mão. 

Por fim, o pioneiro no uso medicinal de óleos essenciais foi o médico francês Jean Valnet. Ele utilizou anti-sépticos para tratar feridos da Segunda Guerra Mundial. 

Como funciona a aromaterapia?

Ao sentirmos o cheiro de algo, o nosso sistema límbico é acionado. Esse sistema se encontra no meio do cérebro e está diretamente ligado ao olfato. Dessa maneira, como uma resposta a qualquer estímulo olfativo, o cérebro emite alerta para que o corpo reaja. 

Então, quando inalamos óleo de lavanda, por exemplo, as moléculas do óleo desencadeiam reações de relaxamento. Portanto, como cada óleo possui uma propriedade, existem óleos concentrados que podem induzir uma pessoa ao sono. 

Óleos essenciais

A obtenção de óleos essenciais se dá por meio da extração deles das flores, folhas, caules e raízes de plantas. Esses “óleos” são depois diluídos em álcool ou outros óleos. Ademais, eles podem ser aplicados diretamente na pele, pulverizados no ar, inalados, ou diluídos na água do banho. 

Dessa forma, os principais objetivos dos óleos essenciais são:

  • Promover o bem-estar;
  • Fortalecer as defesas do corpo;
  • Aliviar sintomas de ansiedade, insônia, depressão, asma ou resfriado.

Apesar de existirem evidências da diminuição passageira da ansiedade, não foi comprovado ainda que esse alívio possa se tornar duradouro. 

Além disso, ainda não existem provas de que a aromaterapia possa evitar ou curar qualquer doença. Dessa maneira, é preciso sempre utilizar os óleos com o acompanhamento e indicação de um naturopata ou outro especialista. 

Para que serve cada óleo da aromaterapia?

Cada óleo essencial tem o seu objetivo. A concentração do óleo e a quantidade utilizada afetam na maneira que o óleo irá agir. 

Dessa maneira, os óleos mais utilizados na aromaterapia são:

Alecrim

Pode ser usado como tônico capilar; auxilia na melhora do aspecto de celulites; ajuda no tratamento de problemas musculares; diminui a fadiga, cansaço mental, dor de cabeça, enxaqueca e dores articulares; aumenta a concentração, a energia e a memória.

Lavanda

Usada para aliviar sintomas da TPM; acalma a pele; diminui estresse, ansiedade, dor de cabeça, insônia, problemas respiratórios; usada para tratamento de cicatrizes, queimaduras e inflamações.

Lavanda francesa

Age na hidratação da pele; funciona como um analgésico, anti-inflamatório, antisséptico, repelente de insetos, bactericida e diurético.

Canela

Melhora o foco, a concentração e as cólicas menstruais; diminui a frustração, o cansaço físico ou mental, as tonturas, a irritabilidade, as dores de cabeça; auxilia no relaxamento.

Jasmim

Diminui a libido, os problemas respiratórios, o estresse, o sentimento de depressão e a tensão muscular.

Bergamota

Diminui o estresse, o sentimento de depressão e a ansiedade; auxilia no tratamento de infecções da pele; melhora a digestão.

Camomila

Diminui o estresse, a inflamação no sistema urinário, a tensão muscular e os sentimentos de depressão.

Eucalipto

Auxilia no tratamento de problemas respiratórios, enxaquecas, febres, dores e tensões musculares e dor de cabeça.

Limão

Auxilia no foco, na energia e no estresse; age como adstringente, cicatrizante e limpador; ajuda no funcionamento da circulação sanguínea e do sistema imunológico.

Hortelã

Diminui os níveis de cortisol, estresse, fadiga e desejo por chocolate.

Sálvia

Diminui a pressão arterial; melhora a memória e a atenção.

Laranja

Diminui a ansiedade e o estresse; melhora o humor.

Ilangue-Ilangue ou pau-rosa ou laranja doce

Contribui para a hidratação da pele e para redução de pelos; diminui a ansiedade, o estresse, dor de cabeça, náuseas, problemas intestinais e a pressão arterial.

Melaleuca ou tea tree

Auxilia no tratamento de seborreia, caspas e dermatites; possui funções bactericidas e fungicidas; ajuda no funcionamento do sistema imunológico.

Antes de comprar qualquer óleo essencial, é preciso consultar primeiro um especialista, para que ele recomende o melhor óleo para o seu caso. 

Como usar os óleos na aromaterapia?

A principal e mais benéfica maneira de se utilizar os óleos essenciais é por meio da inalação. Entretanto, existem inúmeras maneiras de usar os óleos.

Inalação

A primeira técnica é inalação. Ela é a maneira mais eficiente e completa de obter os benefícios da aromaterapia. Dessa maneira, as inalações devem ser feitas diretamente do frasco, permitindo que as moléculas cheguem facilmente no sistema límbico. 

Aromatizador

Quando essa técnica de aromaterapia é utilizada, precisa-se de um aparelho, onde você pinga de 2 a 3 gotas, que são misturadas com água e formam uma fumaça, liberando uma fumaça com o aroma. Porém, para uma solução mais barata, pingue as gotas em uma xícara com água fervente.

Evaporização

A evaporização é quando aplicamos gotas em bolas de algodão, compressas ou em um pano. Então, essa técnica é boa para o controle da concentração e intensidade do óleo.

Sprays

O spray ajuda a espalhar o aroma por todos os lugares. Para isso, adicione algumas gotas no recipiente de spray com água. Antes de espirrar, balance a embalagem para que o aroma se misture com a água.

Vaporização

Essa técnica de aromaterapia é utilizada para tratar resfriados e problemas respiratórios, pois libera o aroma dos óleos diretamente para o sistema respiratório. Para fazer a vaporização, coloca-se em uma bacia água fervente e algumas gotas do óleo. Depois, é preciso inalar a fumaça liberada, e é recomendado que se coloque uma toalha cobrindo a cabeça para que a inalação seja mais efetiva. No entanto, lembre-se de não utilizar essa técnica em crianças menores de sete anos.

Massagem

A massagem é ideal para aplicação de óleos que atuam diretamente na pele, para hidratar ou cicatrizar algo. Nessa técnica, mistura-se algumas gotas do óleo com um óleo vegetal. Na massagem pode misturar até 5 óleos essenciais com os óleos vegetais.

Banho

Por fim, no banho, o óleo essencial entra em contato com a pele e por meio das vias respiratórias. Essa técnica de aromaterapia pode ser utilizada em praticamente todos os casos. Para usar óleos essenciais no banho, deve-se encher a banheira com água morna, e depois colocar algumas gotas do óleo. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Fábio Augusto Caló

@fabiocalo - Psicólogo pelo UniCEUB e mestre em Análise do Comportamento pela UnB. Atua desde 1998 como clínico, atendendo adultos e casais. Há duas décadas, tem realizado atendimentos, principalmente, na área da conjugalidade, da sexualidade e dos transtornos de ansiedade. Tem se interessado e pesquisado sobre assuntos atuais como "dependência de internet", "vício em pornografia", "traição online", dentre outros. É palestrante e instrutor de cursos de desenvolvimento pessoal e cursos dirigidos a profissionais da saúde.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×