Blog

Quais são as causas da ejaculação retardada?

ejaculação retardada

As disfunções sexuais são pouco faladas e discutidas, apesar de serem comuns na vida de muitas pessoas. Quando ouvimos ejaculação, a primeira disfunção que vem em nossa cabeça é a ejaculação precoce. Mas você sabia que também existe a ejaculação retardada? E quais são as causas desse problema?

Neste texto, iremos falar sobre a ejaculação retardada e como tratá-la de maneira eficiente.

O que é ejaculação retardada?

Como o próprio nome diz, a ejaculação retardada é quando o homem demora muito para ejacular mesmo que o desejo, excitação e a ereção existam. É comum que essa disfunção seja pontual na relação sexual, já que quando o homem se masturba, ele consegue ejacular normalmente.

A ejaculação retardada pode ser classificada em duas formas:

  • Primária/Permanente: é quando ela está presente em toda a vida do homem;
  • Secundária/Transitória: quando, a partir de alguma situação ou idade, o homem começa apresentar sintomas da ejaculação retardada.

O principal problema que a ejaculação retardada pode trazer é a frustração tanto do homem quanto da(o) sua(seu) parceira(o).

Sintomas

Para que o homem seja diagnosticado com ejaculação retardada é preciso que os sintomas persistam por pelo menos seis meses. E o principal sintoma é a demora para ejacular durante a relação sexual. A ejaculação retardada acontece quando o homem precisa de mais de 30 minutos para atingir o orgasmo e a ejaculação.

Quando o homem apresenta essa disfunção, é comum que ele só consiga ejacular com estímulos manuais ou orais. Ainda tem homens que a ejaculação demora só em certas situações. 

Um grande problema que a ejaculação retardada pode trazer é o tempo prolongado de ereção, causando dores, tanto na mulher quanto no homem, e a perda de lubrificação natural.

Diagnóstico

Para diagnosticar a ejaculação retardada é preciso um exame físico e que o homem explique a situação para o médico. Caso surja a suspeita que a causa da disfunção seja uma doença crônica, é preciso fazer mais testes e exames. Os exames incluem: teste de sangue e urina, ultrassom, exames hormonais, etc. Ainda poderão ser realizados testes para ver a reação do pênis, com o intuito de identificar se a causa é física ou psicológica.

Causas da ejaculação retardada

As causas da ejaculação retardada podem ser inúmeras. Tudo vai depender dos valores, do ambiente e dos hábitos do homem. Alguns psicólogos e sexólogos dividem as causas em psicológicas e orgânicas/físicas

Causas psicológicas

Via de regra, essas causas são as mais comuns da ejaculação retardada. Por conseguinte, basta que um probleminha fora do relacionamento surja, que o homem pode ter essa disfunção. 

Alguns fatores psicológicos comuns são:

  • Ansiedade (causa comum em todas as disfunções sexuais);
  • Culpa por motivos religiosos;
  • Medo de não agradar o(a) parceiro(a);
  • TOC;
  • Masturbação excessiva;
  • Preferência por masturbação;
  • Traumas mal resolvidos;
  • Estresse e nervosismo;
  • Medo de engravidar e de DSTs;
  • Dificuldade de se concentrar;
  • Tensão durante o sexo;
  • Problemas com o(a) parceiro(a).

Podemos ainda apresentar o vício em pornografia como uma possível causa da ejaculação retardada. Ademais, principalmente quando o homem não tem experiência sexual, é comum que na hora da masturbação ele aplique uma pressão excessiva no pênis com o a mão. Dessa forma, na hora do ato sexual, a pressão vaginal não seja suficiente para levá-lo ao orgasmo e à ejaculação.

Causas orgânicas/físicas

O uso de antidepressivos é uma das causas orgânicas mais comuns da ejaculação retardada. Esse tipo de psicofarmacológico tende a retardar e até dificultar a ejaculação. A idade avançada pode ser apontada também como uma causa para essa disfunção sexual. Isso acontece porque com a idade, o homem vai perdendo a sensibilidade no pênis, dificultando a capacidade de atingir o orgasmo.

Além dos motivos citados acima, existem outros fatores orgânicos e físicos que podem causa a ejaculação retardada. Dessa forma, alguns deles são:

  • Uso exagerado e abusivo de álcool e drogas.
  • Uso de medicamentos específicos, além de antidepressivos.
  • Diabetes e esclerose múltipla.
  • Problemas e alterações hormonais, como de testosterona.
  • Lesões neuronais.
  • Doenças na próstata, como prostatismo, tumores e hiperplasia benigna.
  • Obstrução das vias por onde passa o sêmen.
  • Cirurgias pélvicas, abdominais ou neurais.
  • Lesão na medula.

A masturbação pode influenciar?

Em alguns casos, a masturbação pode influenciar para o aparecimento ou piora da disfunção. É comum que muitos homens com ejaculação retardada só consigam ejacular ao se masturbarem, preferindo então a masturbação do que o ato sexual. 

Quando esse quadro é apresentado por homens mais jovens e adolescentes, pode ser resultado do nervosismo e ansiedade em relação ao sexo. Ademais, a pressão da sociedade em encaixar-se nos padrões sexuais pode também fazer com que a ejaculação do homem retarde.

A falta de experiência sexual e o costume de se masturbar pode afetar a ejaculação. É comum que ao se masturbar o homem aplique uma pressão exagerada no pênis. E quando vai ter uma relação sexual, a pressão vaginal não é a mesma, dificultando a estimulação do pênis. 

Possíveis consequências da ejaculação retardada

Além de trazer um certo constrangimento para o homem na hora da relação sexual, a ejaculação retardada pode trazer graves consequências para a vida da pessoa. Ela pode causar conflitos no relacionamento, levando, portanto, o(a) companheiro(a) a acreditar que o homem a disfunção não se sente mais atraído por ele(a). 

Além disso, como a ejaculação demora a acontecer, o sexo pode se tornar dolorido, devido a perda de lubrificação. Consequentemente, o encontro sexual se torna estressante.

Ainda, além dessas consequências, o homem com atraso na ejaculação pode ter:

  • Diminuição da libido e do prazer sexual;
  • Infertilidade masculina;
  • Estresse e ansiedade;
  • Anorgasmia crônica.

Tratamento

Primeiramente, o tratamento para a ejaculação retardada é muito individual, com variações para cada pessoa. Antes de tudo, o médico deverá ter certeza do diagnóstico. Dependendo do quadro, o médico poderá prescrever psicofarmacológicos, levando em consideração o que levou o paciente a ter essa disfunção. 

Se a causa da ejaculação retardada for psicológica, o médico deverá encaminhar o paciente para um sexólogo e/ou psicólogo. Ele irá trabalhar com a autoestima e autopercepção do homem, além de melhorar certos pontos do relacionamento amoroso que podem ter sido abalados com a disfunção.

Por fim, ter uma boa alimentação, qualidade de sono e praticar exercícios físicos constantemente podem ajudar no tratamento dessa disfunção sexual. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Fábio Augusto Caló

@fabiocalo - Psicólogo pelo UniCEUB e mestre em Análise do Comportamento pela UnB. Atua desde 1998 como clínico, atendendo adultos e casais. Há duas décadas, tem realizado atendimentos, principalmente, na área da conjugalidade, da sexualidade e dos transtornos de ansiedade. Tem se interessado e pesquisado sobre assuntos atuais como "dependência de internet", "vício em pornografia", "traição online", dentre outros. É palestrante e instrutor de cursos de desenvolvimento pessoal e cursos dirigidos a profissionais da saúde.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×