Blog

Uma máquina que mede emoções…

medir-emoções

Artigo publicado na edição da revista Época (nº 485) apresenta uma máquina que mede as emoções humanas.
Refere-se a uma máquina francesa que avalia a subjetividade humana.
Dessa forma, trata-se de mais uma estratégia de registrar e transformar uma resposta objetiva; nesse caso a atividade elétrica do cérebro
E, com isso, descrever estados subjetivos correlacionados. Tais como, a personalidade e o estado emocional (suas emoções).
A máquina, tem sido chamada de QPM – sigla inglesa para Medição do Potencial Quântico.
Aliás, é importante ressaltar que a máquina, nada mais é, do que um computador convencional com sensores e placas específicas.
De acordo com as informações disponibilizadas pela revista Época, o dispositivo teria microfones equipados com um software capaz de analisar o som da voz.
E, a partir disso, decifrar o estado emocional do usuário.
Sendo assim, o aparelho seria capaz de orientar sobre a melhor maneira de interação.
Na verdade, isso já tem sido feito há anos. Aparelhos como o GSR (Galvanic Skin Response) têm sido utilizados há décadas para transformar respostas autonômicas do organismo em estímulos como som ou gráfico numa tela de computador.
Contudo, parece que a novidade dessa máquina francesa estaria em informar algo mais elaborado do que o estado emocional, características da personalidade.
Não conheci a QPM, mas adoraria poder avaliá-la para saber se não é mais uma afirmação precipitada de um grupo de cientistas pouco parciomoniosos.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×