Blog

Qual é o tratamento mais indicado para TDAH?

Transtorno de Déficit de atenção e Hiperatividade

O que é o TDAH?

De acordo com a Associação Brasileira de Déficit de Atenção, o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida.

Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Aliás, é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). 

Conforme o DSM-5 (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais 5ª Ed. 2013), o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é mais frequente no sexo masculino do que no feminino na população geral. Na proporção de 2:1 em crianças e de 1,6:1 em adultos.

Sintomas

Em primeiro lugar, é necessário que a pessoa apresente um padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade-impulsividade. E que interfira no funcionamento e no desenvolvimento. 

O TDAH se caracteriza por uma combinação de dois tipos de sintomas:

  1. Desatenção
  2. Hiperatividade-impulsividade

O TDAH em crianças

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade na infância em geral se associa a dificuldades na escola e no relacionamento com as demais crianças. 

As crianças são tidas como “avoadas”, e geralmente “estabanadas”. 

Além disso, crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como por exemplo, dificuldades com regras e limites.

O TDAH em adultos

Em adultos, ocorrem problemas de desatenção para coisas do cotidiano e do trabalho. Bem como com a memória. 

São inquietos e impulsivos. Além disso, eles têm dificuldade em avaliar seu próprio comportamento e quanto isto afeta os demais à sua volta. 

São freqüentemente considerados “egoístas”. Aliás, é comum uma grande frequência de outros problemas associados. Tais como o uso de drogas e álcool, ansiedade e depressão.

Tratamento de TDAH

O tratamento precoce do TDAH é o principal para que a vida de quem é acometido pelo transtorno seja mais saudável. 

Por isso, é importante que os sintomas sejam identificados e tratados corretamente.

O tratamento de crianças e adolescentes com TDAH é multidisciplinar. Ou seja, se baseia na intervenção com profissionais de várias áreas, como os da área médica, de saúde mental e pedagógica.

Avaliações com psicólogo; fonoaudiólogo; psicomotricista; otorrinolaringologista; oftalmologista, dentre outros, podem ser necessárias, conforme, a demanda de cada caso.

É interessante que portadores do TDAH e familiares busquem frequentar Grupos de Apoio. Nos quais profissionais especializados falam sobre o transtorno com informações claras e objetivas.

Para que possam trocar vivências e experiências com outros portadores e familiares.

 A orientação aos pais é fundamental, pois os instrui sobre a doença, facilita o convívio em família, os ensinam a lidar com a criança e como prevenir futuras recaídas.

A Terapia Comportamental

Em relação às intervenções psicoterápicas, as Terapias Comportamentais apresentam maior evidência científica de eficácia para o acompanhamento do TDAH.

Crianças com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade muito desadaptativas demandam técnicas comportamentais que podem ajudar muito. Entretanto, nem toda a criança com TDAH necessita fazer psicoterapia, o quadro sempre exige orientação familiar.

Nos casos mais complexos, com prejuízo funcional em várias áreas, presença de comorbidades e pais de opiniões discordantes, devemos iniciar o tratamento pela psicoeducação familiar e suporte educacional.

Nas famílias em que o TDAH for frequente, deve-se ter muito cuidado com as variáveis ambientais que possam servir de gatilho para aqueles que tiverem predisposição ao transtorno.

Medicamentos para Tratar o TDAH

O tratamento medicamentoso para o TDAH é psicofarmacológico e feito com drogas psicoestimulantes aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Apesar do nome, essas drogas na verdade têm um efeito “calmante” em pessoas com TDAH.

Aliás, os resultados positivos do tratamento não tardam a serem percebidos pelo paciente e pelos que convivem com eles.

Contudo, os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais, como: perda de peso; sintomas gastrointestinais (náusea, dor abdominal); insônia; tonturas; irritabilidade e tiques.

Portanto, é importante relatar qualquer efeito ao médico, que saberá aconselhar a melhor forma de lidar.

Além disso, como existem diversos medicamentos indicados para o tratamento de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, somente  um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para cada caso

Bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico. 

Tratamento para TDAH em Brasília

O Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Brasília oferece terapia infantil para o acompanhamento das crianças, auxiliando o diagnóstico e o tratamento para melhora na qualidade de vida. Visto que, quanto mais rápido o diagnóstico, melhor para a criança

Além disso, o Inpa também oferece psicoterapia individual para o acompanhamento do adulto acometido pelo TDAH.

 Por isso, entre em contato e marque uma consulta. Fone: (61) 3242-1153

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

You must be logged in to post a comment.

×