Blog

O que Sexologia? O que um sexólogo faz?

Sexologia e sexólogo

Uma pessoa formada em Psicologia pode atuar em diversas áreas. Com um inúmeras opções de especializações, um psicólogo pode falar desde neurociência até sexo. Mas como que um psicólogo consegue ser especialista em sexo? Basta ele estudar Sexologia e se tornar um sexólogo.

Neste texto iremos falar sobre a Sexologia, sua relação com a Psicologia e como trabalha um sexólogo.

O que é Sexologia?

A Sexologia é o estudo do comportamento sexual do ser humano. Apesar dos gregos antigos terem iniciado o estudo da sexualidade humana, consideramos o início da Sexologia com a publicação do livro “Psychopatia sexualis”, do psiquiatra alemão Richard von Krafft-Ebing, em 1886.                   

A psicóloga e sexóloga latina Marti Granero, em um artigo para a Revista de Psicologia Costarriquenha, definiu a como “uma área de conhecimento incômoda que deve lutar contra preconceitos, estereótipos e costumes da sociedade”. Ademais, o estudo da Sexologia pode ter um viés psicológico, clínico, social, cultural e fisiológico. 

Além de estudar a sexualidade humana, a Sexologia pode abordar temas como gravidez na adolescência, abuso sexual, educação sexual, aborto e controle de natalidade. 

Sexualidade humana

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define sexualidade como “a integração de elementos somáticos, emocionais, intelectuais e sociais do ser sexual que, por meios que são positivamente enriquecedores, realçam as pessoas, a comunicação e o amor”. Portanto, conseguimos perceber que a sexualidade humana se difere. e muito. da sexualidade de outros mamíferos. 

Isso acontece porque o nosso comportamento sexual parece ser guiado por uma variedade de fatores e pela interação desses fatores. Uma maneira de perceber isso é que, ao contrário dos animais, temos um comportamento sexual não só para a reprodução.

Ainda, é importante lembrar que sexualidade não é sinônimo de sexo. O sexo está ligado ao prazer do corpo e ao ato em si. Entretanto, o conceito de sexualidade é mais que o prazer físico, abrangendo tópicos como a individualidade, o respeito, a afetividade e a comunicação. De maneira mais simples, podemos colocar que a sexualidade é de modo você está no mundo, com a construção social, cultural e psicológica. 

Sexologia e Psicologia

Conseguimos perceber que a sexualidade exerce um tipo de influência em vários aspectos da nossa vida, incluindo a saúde mental. Dessa forma, a Sexologia é um assunto muito abordado e estudado por alguns psicólogos. 

O pai da Psicanálise, Sigmund Freud, foi a primeira pessoa a começar uma investigação das causas de disfunções sexuais e outros problemas relacionados ao sexo. Além disso, ele foi o primeiro teórico a abordar o assunto da sexualidade infantil. Para Freud, a sexualidade nos acompanha toda a nossa vida. 

Foi a partir de Freud que a Sexologia começou a se relacionar com a Psicologia, tecendo caminhos que levam hoje a formação de psicólogos e sexólogos.

O que é um sexólogo?

Sexólogo é um profissional, formado em alguma área da saúde, especializado em Sexologia. Via de regra, esse profissional trabalha com terapia sexual, no entanto, as áreas são várias.

Para atuar como sexólogo é preciso fazer uma pós-graduação na área. Com o diploma em Sexologia, o profissional pode se aprofundar nas seguintes abordagens:

  • Terapia Sexual (foco em médicos e psicólogos);
  • Educação sexual (foco em profissionais de educação e pedagogia);
  • Sexologial social (foco em profissional com interre nas dinâmicas sociais relacionadas com a sexualidade).

Além de realizar todas essas atividades, o sexólogo estuda as causas emocionais que ocasionam nas dificuldades de ter atividades sexuais. Assim como psicólogo analisa o seu passado, entende o seu problema e lhe auxilia a resolvê-lo, o sexólogo vai fazer a mesma coisa, só que tratando problemas relacionados ao sexo e à Sexologia.

Como um sexólogo trabalha?

O sexólogo vai cuidar de problemas relacionados à sexualidade. Esses problemas podem ter diversas causas, como físicas ou emocionais. Em um processo de terapia sexual, o psicólogo sexólogo vai te ajudar a identificar a causa do seu problema em primeiro lugar. Caso a sua causa seja morfológica ou física, ele vai te encaminhar para um médico especialista. 

Depois de identificar o que está causando o seu problema sexual, o sexólogo vai trabalhar as questões com você, orientando as suas ações. Lembrando que as terapias sexuais podem ser feitas individualmente e em casal.

Mas quando procurar um sexólogo?

É comum que as pessoas procurem um sexólogo quando começam a perceber sinais e sintomas de alguma disfunção sexual. No entanto, o sexólog pode conversar sobre limitações, traumas, crenças, sentimentos e preconceitos sexuais.

Listamos aqui alguns dos assuntos mais comuns em uma sessão de terapia sexual.

  • Falta de sexo na relação: apesar de ser abordada na terapia sexual, a falta do sexo em um relacionamento é muito mais indicada para ser tratada em uma terapia de casal. Isso porque na terapia de casal será mais fácil de encontrar a causa do problema.
  • Insatisfação com a performance sexual: sempre houve uma cobrança para um bom desempenho na hora do sexo, e esse não seria um assunto deixado de fora nas terapias sexuais. O sexólogo vai ajudar com uma melhora da autoestima do paciente.
  • Falta de desejo: nesse caso, a investigação da causa do problema é de suma importância, pois pode ser alguma disfunção física. 
  • Preocupação com as relações sexuais: esse problema normalmente é apresentado por casais que se preocupam com a quantidade e qualidade das suas relações sexuais. O sexólogo irá ajudá-los a encontrar um equilíbrio para a situação.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×