Blog

Como adaptar sua rotina considerando a pandemia do novo coronavírus?

rotina

De maneira geral, nenhum de nós foi instruído previamente sobre como se comportar durante uma pandemia e nem informado sobre quais seriam as consequências de tantas mudanças em nossas vidas e na nossa rotina.

Por isso, mesmo pegos quase que de surpresa, é necessário de adaptar e se reinventar nesse período. Tentar manter a sua rotina normal o máximo possível, fazendo somente alguns ajustes, pode ser a solução para não se desestabilizar na quarentena. 

Porém, se você achar necessário mudar completamente sua rotina e se engajar em novos desafios, também é super válido! Faça o que te faz bem e que seja sustentável.

Alocar seu espaço de trabalho em um novo ambiente, se acostumar a fazer exercícios físicos dentro de casa e aprender a lidar 24 horas por dia com quem mora com você, são alguns desafios que já estamos enfrentando e continuaremos a enfrentar nos próximos dias.

A pandemia, sem dúvida alguma, trouxe caos ao mundo. Entretanto, podemos tentar enxergar nela uma oportunidade para evoluirmos e talvez descobrir novas qualidades em quem amamos e em nós mesmos.

Neste artigo, citaremos algumas dicas sobre como adaptar sua rotina considerando a pandemia do novo coronavírus, quais são os principais métodos para se manter saudável – tanto fisicamente, quanto mentalmente, e responderemos alguns questionamentos como:

  • Adaptação à nova rotina;
  • O que fazer diante da pandemia?;
  • Cuide da sua saúde;
  • Rotina saudável;
  • Como se manter ativo e saudável mesmo diante das restrições impostas pela pandemia? e
  • Nova rotina estabelecida: e agora?

Adaptação à nova rotina

À medida em que as organizações começaram a aconselhar a praticar medidas crescentes de distanciamento social, muitas empresas pediram aos funcionários que trabalhassem em casa, e à medida que as escolas em todo o país fecharam para conter a disseminação, pais ​​se sentiram com medo, sem saber o que fazer para se adaptar a nova rotina.

Para muitos, o isolamento pode ser uma experiência desorientadora, especialmente para aqueles que estão acostumados a gastar a maior parte do seu tempo fora de casa.

Inclusive, de acordo com Zygmunt Bauman, famoso filósofo polonês do tempo contemporâneo, atualmente, as relações entre os indivíduos nas sociedades tendem a ser menos frequentes e menos duradouras. Imagine agora com essa pandemia! Como ficarão as relações quando tudo voltar ao normal?

No entanto, é importante olhar pelo lado positivo, canalizando nossa energia para algumas atividades produtivas, mesmo cientes de que ajustar-se a uma nova rotina durante a quarentena é difícil. 

Agora que você está em casa e dedicando seu tempo exclusivamente para trabalhos domésticos – exceto em algumas idas ao supermercado e outras atividades essenciais, sentimos falta da interação social.

Por isso, temos a impressão de que nossos dias parecem ter se tornado muito mais lentos ou mais rápidos, dependendo da perspectiva de cada um.

rotina como adaptar

O que fazer diante da pandemia?

A pandemia de coronavírus e os bloqueios sociais como o isolamento e a quarentena, fizeram com que precisássemos nos adaptar rapidamente a um novo modo de vida e a uma nova rotina.

Como estruturamos nossos dias agora que não precisamos acordar cedo para ir ao trabalho? O que fazemos para preencher as horas vagas agora que não devemos ir a bares ou restaurantes? O que fazer com tanto tempo livre?

Sendo assim, por todas essas dúvidas e outros questionamentos existentes, separamos algumas dicas sobre o que fazer e como se adaptar à rotina nova.

Aqui estão elas:

1. Estabeleça horários

Com o decreto da quarentena e a recomendação para que exista um isolamento social, tivemos que deixar de sair de casa para trabalhar e cumprir com outros compromissos.

Devido a isso, provavelmente o seu horário para acordar e dormir tenha ficado mais flexível, ou até mesmo desestabilizado. 

Por isso, estabelecer horários para realizar as atividades do dia é o primeiro passo para se adaptar a uma nova rotina dentro de casa. 

Um simples despertador, seja no relógio de cabeceira ou no seu celular, pode te ajudar nessa tarefa e fazer com que você desperte no horário ideal para cumprir as tarefas do dia. 

Colocar vários alarmes ao longo do dia para as atividades a serem realizadas no aparelho celular também pode ajudar.

2. Converse com quem mora com você

Discutir, definir em conjunto e criar formas para manter as pessoas que moram com você preparadas  sobre a nova rotina que será estabelecida, é muito importante para que tudo ocorra como planejado.

Aqui, a resistência ou não cumprimento de um pode atrapalhar a rotina do outro. Como fazer uma video call se é hora que o outro definiu que precisa faxinar a casa?

Além disso, é um momento de inclusão, onde todo mundo, mesmo as crianças, poderá ter a chance de opinar e decidir sobre o que será melhor para o coletivo, sejam essas pessoas a sua família ou amigos que moram com você.

Fazer com que todos cooperem e entendam as mudanças que acontecerão, fará com que o convívio se torne mais harmônico e, com certeza, aumentará as chances da sua rotina ser eficiente. 

Construa uma atmosfera de colaboração entre todos os integrantes da residência e garanta dias tranquilos na quarentena.

rotina e família

3. Arrume a casa

Sim! Preservar a casa organizada pode te ajudar muito a se adaptar a uma nova rotina.

Se todos os seus materiais de trabalho, ítens pessoais e objetos domésticos estiverem sempre em seus devidos lugares, ficará mais fácil para que você os encontre quando tiver necessidade, sem precisar ficar revirando a casa toda para que você os encontre.

Assim, ganhará tempo para realizar as atividades do dia e manterá seu ambiente confortável e limpo, mesmo que o mundo lá fora esteja caótico.

4. Determine metas e se organize

Decida previamente sempre o que irá fazer no dia ou na semana seguinte e quais serão seus objetivos. 

Isso fará com que você não se perca nas atividades ao longo do dia e não se distraia com coisas menos importantes.

Faça um planejamento para que você consiga cumprir com todas as suas metas e torne seus dias menos ociosos.

Você pode fazer isso somente memorizando quais serão suas próximas atividades. Porém, o aconselhável é que seus planos sejam anotados, sejam no computador, celular ou até mesmo em um bloquinho ou caderno de notas.

Algumas pessoas também costumam escrever seus planos em calendários de papel, o que é bastante eficiente, tendo em vista que a sua intenção é não se perder entre dias da semana.

rotina e lazer

5. Reserve tempo para lazer

Assim como é importante possuir na sua rotina algumas horas para realizar as obrigações da casa e do o trabalho – caso esteja de home office, também é necessário reservar um tempo para relaxar.

Praticar atividades físicas em casa, assistir a filmes, decidir com a família algo para fazerem juntos ou até mesmo cozinhar algo novo, também são atividades essenciais quando o assunto é adaptação a uma nova rotina.

Pode-se ainda decidir por simplesmente tirar um cochilo da tarde, aproveitando o tempo livre para dormir um pouco mais e se distanciar um pouco das preocupações do dia a dia.

6. Mantenha contato com amigos e familiares

Ainda que sem interação social fora de casa, podemos – e devemos, continuar nos comunicando com nossos amigos e familiares.

Além de ajudar a preservar nossa saúde mental, com certeza alguém que está no seu ciclo social poderá te auxiliar, mesmo que de longe, a conseguir se adaptar a uma nova rotina neste momento de pandemia. 

Até porque, a maioria das pessoas próximas à você, também estão passando pela mesma situação, e viver esse momento desafiador juntos pode ser muito mais fácil e agradável.

Por isso, sinta-se à vontade para compartilhar dicas e pedir ajuda àqueles que te amam e que você ama! Com certeza essa interação só trará benefícios.

Cuide da sua saúde

Ficar em casa por períodos prolongados pode representar um desafio significativo para quem deseja permanecer fisicamente ativo, ou se manter focado em bons pensamentos, livre daqueles que nos fazem mal.

Como sabemos, o comportamento sedentário e os baixos níveis de atividade física podem ter efeitos negativos na saúde, bem-estar e qualidade de vida dos indivíduos.

A quarentena também pode causar estresse adicional e desafiar a saúde mental dos cidadãos que estão se adaptando a uma nova rotina.

As técnicas de atividade física e relaxamento podem ser ferramentas valiosas para ajudá-lo a manter a calma e continuar a proteger sua saúde durante esse período. 

Por isso, para ajudar as pessoas a se manterem ativas neste período de pandemia, você pode encontrar aulas online nas plataformas digitais, como o Instagram e o Youtube, além de aulas online promovidas por academias e profissionais de educação física independentes.

rotina e saúde

Rotina saudável

A Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda 150 minutos de atividade física de intensidade moderada, 75 minutos de intensidade vigorosa por semana, ou uma combinação de ambos. Parece difícil de conseguir manter essa rotina na pandemia, certo?

Entretanto, ainda que pareça mais complicado, essas recomendações podem sim ser alcançadas mesmo que dentro de casa, sem equipamento especial e com espaço limitado.

Exercitar a mente e garantir que nossos pensamentos se conservem saudáveis é essencial para conseguir passar por essa fase.

Além dos exercícios físicos, também é importante dar atenção à sua alimentação, pois ela pode fazer a diferença nos momentos que você estiver praticando atividade física.

Diante disso, segundo o Guia Alimentar do Ministério da Saúde e a partir de pesquisas feitas na Biblioteca Virtual da Saúde Nacional, a promoção da alimentação saudável é extremamente importante, e é uma das prioridades para a segurança alimentar e nutricional das pessoas.

Uma alimentação saudável deve ser baseada em práticas alimentares que assumam a significação social e cultural dos alimentos como fundamento básico conceitual.

Neste sentido é fundamental resgatar estas práticas bem como estimular a produção e o consumo de alimentos saudáveis, sempre levando em consideração os aspectos comportamentais e afetivos relacionados às práticas alimentares, ainda mais nesta fase tão difícil.

Ter uma alimentação saudável e adequada são direitos humanos fundamentais de todos. 

Dessa forma, é extremamente importante se manter ativo, tanto fisicamente quanto mentalmente, para preservar o seu próprio bem-estar e daqueles que estão a sua volta, pois quando um indivíduo não está bem, todos a sua volta também se abalam.

E como se manter saudável mesmo diante das restrições impostas pela pandemia?

Como sabemos, a pandemia desencadeou uma série de consequências que atingiram diretamente a nossa rotina.

E, algumas dessas consequências, estão relacionadas com a nossa saúde física e mental, por exemplo: o fechamento de academias, clínicas de psicologia, bibliotecas, parques, clubes, restaurantes e casa noturnas.

Sendo assim, as principais atividades de lazer e cuidado com o bem-estar foram tiradas de nós por tempo indeterminado.

Diante disso, é necessário que não paremos de cuidar da nossa saúde, mesmo com tantas limitações.

Ainda que dentro de casa, as atividades físicas e mentais, e as práticas de lazer podem ser adaptadas para espaços menores e com menos ferramentas. 

Alguns exemplos do que fazer, são:

  • Utilizar os móveis como aparatos de atividade física;
  • Subir e descer as escadas do seu prédio;
  • Meditar no quintal ou na varanda;
  • Fazer um curso à distância;
  • Experimentar a psicoterapia online;
  • Se divertir com chamadas de vídeo com a família e os amigos e
  • Participar de shows virtuais ao vivo.

Dessa forma, mesmo que você não pratique todas essas atividades recomendadas e decida experimentar somente uma delas, com certeza você se sentirá melhor, seja fisicamente ou mentalmente. Não deixe de tentar!

Nova rotina estabelecida, e agora?

Quando finalmente você e sua família estiverem de acordo sobre quais atividades serão executadas na semana, quando o ambiente estiver organizado para que qualquer tipo de prática seja feita, sejam elas de lazer ou obrigações domésticas e quando você estiver as suas próprias metas estipuladas para o cotidiano, aí sim, você poderá dizer que uma nova rotina foi estabelecida.

Entretanto, não se sinta culpado(a) se isso tudo demorar a acontecer.

rotina

O natural é que demore mesmo, pois se adaptar a uma nova rotina requer muito esforço e dedicação, o que não é fácil para muitas pessoas, ainda mais em um cenário como esse em que vivemos, de caos e crises causados pela pandemia do novo coronavírus.

Sendo assim, respeite o seu tempo e o tempo de quem está ao seu redor, pois, assim como você, todos estão passando por um período muito difícil, que jamais foi imaginado por ninguém.

Conclusão: aos poucos, o fluxo voltará a fluir dentro de você e na sua casa, e, mesmo não sabendo quando essa pandemia irá terminar, você já terá instrução suficiente para conseguir viver de maneira confortável e organizada, e manter a mente longe da ansiedade, mesmo que fora da sua residência, o mundo lá fora não esteja em ordem.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Fábio Augusto Caló

@fabiocalo - Psicólogo pelo UniCEUB e mestre em Análise do Comportamento pela UnB. Atua desde 1998 como clínico, atendendo adultos e casais. Há duas décadas, tem realizado atendimentos, principalmente, na área da conjugalidade, da sexualidade e dos transtornos de ansiedade. Tem se interessado e pesquisado sobre assuntos atuais como "dependência de internet", "vício em pornografia", "traição online", dentre outros. É palestrante e instrutor de cursos de desenvolvimento pessoal e cursos dirigidos a profissionais da saúde.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×