Blog

Síndrome de Don Juan

Síndrome de Don Juan e o vício no jogo de sedução

Todo mundo já deve ter conhecido ou escutado falar de um homem com uma longa lista de pessoas com quem já se relacionou amorosamente. Ele muitas vezes faz um jogo de sedução, mas depois da conquista parte para outro relacionamento. Esse comportamento é típico da Síndrome de Don Juan ou Donjuanismo.

O homem com a síndrome de Don Juan ama a sensação de ser desejado. Além disso, esses homens sentem mais prazer quando a conquista é difícil.

Mas quais são os sintomas dessa síndrome? E quais são as causa? Isso só afeta homens? Continue lendo o texto para entender mais.

O que é?

Don Juan é um personagem literário, símbolo da libertinagem. A história de Don Juan é um mito espanhol, criado por Tirso de Molina, que inspirou inúmeros escritores e musicistas, como Lorde Byron e Mozart.  A mais recente obra de sucesso com o personagem foi o filme “Don Juan deMarco”, com os atores Johnny Depp e Marlon Brando.

A Síndrome de Don Juan é um transtorno caracterizado pela compulsiva necessidade de seduzir, envolver-se facilmente em relacionamentos amorosos e ter relacionamentos pouco duradouros ou quase inexistente. 

As pessoas com donjuanismo não se interessam pelo sexo e sim com o processo de conquista, o cortejo sentimental. Depois que conquistam a pessoa desejada, eles perdem o interesse e vão em busca de uma nova conquista. O seu objetivo não é ter um relacionamento, mas sim se sentir desejado e amado pelos outros. 

Existem casos em que o “don juan” tem um relacionamento duradouro, nutre sentimentos pela outra pessoa. No entanto, devido ao seu desejo pela conquista, dificilmente ele será fiel ao parceiro. 

Ademais, as principais características de uma pessoa com donjuanismo são o narcisismo exagerado, infidelidade, persistência, insatisfação com os relacionamentos e extrema habilidade de manipulação e sedução. Além disso, os “don juans” possuem um complexo de rejeição acentuado, baixa autoestima e um certo vazio em seu interior. Dessa forma, por meio da sedução, eles comprovam constantemente para si mesmos que são capazes de despertar desejo  e admiração no outro.

Essa síndrome não consta no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, mas muitas de suas características podem ser atribuídas a outros transtornos, como Transtorno de Personalidade Antissocial e Transtorno de Personalidade Histriônica.

Síndrome de Afrodite

Apesar de ser uma síndrome estereotipada no homem, o Donjuanismo tem a sua versão em mulheres. Ela é chamada de Síndrome de Afrodite. As “afrodites” tendem a competir com as outras mulheres em seu convívio social, porque são vistas com uma ameaça aos relacionamentos. 

As mulheres “afrodites” possuem praticamente as mesmas características que os homens “don juans” e as causas e tratamentos são os mesmos.

Além disso, elas podem desempenhar inúmeros papéis para conquistar quem deseja e são extremamente vaidosas. Assim como os “don juans”, a mulheres com Síndrome de Afrodite gostam de conquistas difíceis.

Por fim, muitas vezes o surgimento da síndrome pode estar relacionada a problemas mal resolvidos com a figura paterna.

Causas do donjuanismo

As possíveis causas para essa síndrome podem ser inúmeras e elas podem estar interligadas. As causas também podem ser relacionadas a outros transtornos. Além disso, um ponto em comum em todas as causas é a percepção distorcida do sexo oposto. 

As principais causas da Síndrome de Don Juan apontadas são:

  • Incapacidade de amar e frieza: essa incapacidade, neste caso, advém do transtorno de personalidade antissocial ou da psicopatia. O indivíduo “don juan” seduz e depois abandona a outra pessoa, sem remorso ou pena.
  • Complexo de rejeição: nesse caso, o indivíduo bloqueia o sentimento de amor com medo de ser rejeitado ou abandonado. Essa causa é mais comum em pessoas que foram rejeitadas pelos pais quando crianças.
  • Falhas no afeto materno ou paterno: se o pai ou a mãe em algum momento da infância deixou de demonstrar afeto, a criança pode pensar que a falta de afeto é algo normal e repetir tal atitude em seus relacionamentos, principalmente amorosos.

Tratamento para Síndrome de Don Juan

O primeiro passo para o tratamento da Síndrome do Don Juan é a conscientização existência dela por parte do “don juan”. Como a causa da síndrome ainda é desconhecida, a cura é praticamente impossível. 

Uma forma de tratamento que pode ser eficiente é a psicoterapia, que irá avaliar, estudar e ajudar a pessoa a compreender o donjuanismo e as suas características. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

Você deve estar logado para postar um comentário.

×