Blog

Transtorno de Personalidade Dependente

Transtorno de personalidade dependente

O que é Transtorno de Personalidade Dependente?

O Transtorno de Personalidade Dependente (TPD) é um transtorno caracterizado por uma necessidade excessiva da pessoa querer ser cuidada, o que a leva a ter um comportamento submisso e um medo exagerado da separação. Além disso, a pessoa com TPD acredita que não consegue se cuidar sozinha. 

Esse transtorno surge no início da vida adulta e é mais diagnosticado em mulheres, apesar de estudos apontarem que a incidência em homens e mulheres é a mesma. É comum que pessoas com TPD tenham algumas comorbidades, como depressão maior, distimia, transtorno de ansiedade, alcoolismo e outros transtornos de personalidade (borderline e histriônico).

Existe uma dificuldade em se fazer o diagnóstico já que existe uma certa subjetividade na diferença entre “personalidade dependente” e “Transtorno de Personalidade Dependente”. Ademais, a influência cultural de cada lugar pode dificultar mais o diagnóstico, devido às expectativas do papel de gênero.

Sintomas

Os sintomas e sinais do Transtorno de Personalidade Dependente vão de coisas simples, como fazer escolhas do dia a dia, até baixa autoestima. Alguns outros sinais e sintomas que uma pessoa com TPD apresenta, são:

  • Extrema dificuldade em ficar sozinha;
  • Evita suas responsabilidades;
  • Ansiedade e insegurança;
  • Excessiva ingenuidade;
  • Dificuldade em aceitar críticas;
  • Medo do abandono;
  • Constante necessidade de aprovação;
  • Tende a sufocar as pessoas ao seu redor;
  • Comportamento extremamente submisso e passivo;
  • Dificuldade em tomar decisões e em aceitar o fim de um relacionamento;
  • Baixa autoestima;
  • Falta de iniciativa;
  • Tende a emendar relacionamentos amorosos.

Causas

As causas do Transtorno de Personalidade Dependente ainda são desconhecidas. Alguns estudos apontam que a causa pode ser genética. Atitudes dos pais podem também ser uma possível causa para o TPD. Afinal, pais com atitudes muito autoritárias ou superprotetoras aumentam as chances de terem filhos com TPD. 

No entanto, experiências traumáticas logo no início da vida, como negligência, abuso ou doença grave, aumentam as chances da pessoa desenvolver transtornos de personalidade, incluindo TPD.

Tratamento para TPD

O Transtorno de Personalidade Dependente pode prejudicar de várias maneiras a vida da pessoa. Apesar de não ter cura, esse transtorno possui tratamento, que tem como objetivo diminuir os sinais e sintomas. A principal forma de tratamento é com a psicoterapia. O psicólogo irá investigar as causas do medo de ficar sozinho e ensinar a pessoa a expressar a sua opinião e ser mais assertiva. 

Por fim, ainda não é observada grandes evidências de melhora do transtorno com o uso de medicamentos. Porém, eles podem ajudar no tratamento de comorbidades que o TPD pode trazer.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Você deve estar logado para postar um comentário.

×