Por que procurar um Terapeuta de Casal?

Problemas comumente apresentados ao Terapeuta de Casal

Terapeuta de Casal

Por que procurar terapeuta de casal?

Infidelidade, dificuldade de diálogo, perdão, interferência de familiar de um dos cônjuges, nascimento do primeiro filho, diminuição de desejo sexual pelo parceiro e a incapacidade de resolver problemas, bem como brigas constantes, constituem sinais de que a relação do casal não está bem.
Conflitos conjugais estão entre os principais agentes de estresse, depressão e ansiedade. 
A comunicação ineficaz é um agravante dos conflitos. Sem contar que, representa um dos problemas mais comuns, conforme publicação interessante de pesquisadores da área comportamental. Para o artigo na íntegra, clique aqui.
Dessa forma, a falta de habilidade de comunicação se torna particularmente destrutiva, podendo gerar, potencializar ou manter problemas conjugais.
Por outro lado, a comunicação eficaz pode ser um dos pré-requisitos para uma boa negociação.
Pesquisas apontam que a satisfação conjugal é mais importante para o bem-estar pessoal do que fatores como sucesso profissional, moradia e finanças.

O que é a terapia de casal?

Assim que pensamos em Terapia de Casal, devemos lembrar que existem várias abordagens teórico-conceituais que orientam o trabalho dos especialistas da área. 
Bem como, caso se interesse, propomos uma leitura que diferencia as propostas de algumas dessas diferentes abordagens.
Dentre essas abordagens, destacamos a abordagem conhecida não só como comportamental, mas também,  chamada de analítico-comportamental.
Para saber mais sobre essa abordagem, leia o texto do Inpa, clicando aqui.
Quanto à terapia comportamental de casal, o principal objetivo é favorecer o desenvolvimento de comportamentos que conduzam a um melhor relacionamento entre os cônjuges. 
Porque busca restaurar uma interação conjugal saudável ao perceber que conflitos são construtivos e capazes de produzir maior intimidade e proximidade. 
O cônjuges têm a chance de expressar as preocupações em relação ao outro, sem, necessariamente, fazer ou ouvir críticas. Uma vez que, nesse modelo de terapia conjugal, o terapeuta de casal fornecerá ferramentas para isso
Aqui, novos modelos de comunicação são propostos, baseados em  técnicas assertividade, comunicação não-violenta, escuta ativa.
Essas técnicas serão apresentadas, futuramente, no blog do Inpa.

Terapia Conjugal? Para quê?

Ao perceber que não é mais possível resolver os impasses apenas entre o casal, pode ser o momento de optar pela terapia.
Contudo, a Terapia de Casal, também, pode ser feita de forma preventiva, quando pequenos impasses começam a surgir, para que a relação siga saudável. O que acarretará maior possibilidade de resolução dos conflitos.
Pensando dessa forma, seria importante buscar a ajuda do terapeuta de casal ao identificar as divergências ou problemas que pareçam não ter solução, caso elas sejam repetitivas. 
A intenção da Terapia de Casal é encaminhar o par para a construção da autonomia na solução dos impasses. Por essa razão, auxiliará o casal a desenvolver sua comunicação através de recursos próprios. 
O Terapeuta de casais tem como objetivo auxiliar casais a:

  1. Resolver conflitos;
  2. Ampliar a comunicação;
  3. Melhorar a vida sexual;
  4. Desenvolver a aceitação; 
  5. Trabalhar o perdão;
  6. Resgatar o amor como base da relação. 

Assista ao nosso vídeo:

Papel do terapeuta de casal

O papel do terapeuta de casal, durante todo o processo terapêutico, é fornecer ferramentas que auxiliem na resolução dos problemas inerentes à relação conjugal.
Para isso, ele busca saber quais são as situações e contextos que servem de cenário e de roteiro para as brigas e problemas repetitivos.  
O profissional auxilia, principalmente, por meio de perguntas, que clareiam as situações conjugais, fazem os cônjuges ter foco nas questões a serem resolvidas. Com isso, são diminuídos os problemas conjugais.
No Inpa, para a Terapia de Casal, consideremos a necessidade da realização de sessões individuais.
Isso porque questões individuais como vícios, ansiedade, déficits de habilidades sociais, traumas de relacionamentos anteriores, além de outros, podem ser grandes potencializadores dos problemas conjugais e podem impedir a evolução da terapia de casal.
Portanto, o casal deve estar disposto a dialogar para que o sucesso no tratamento seja alcançado.
E, por fim, é importante notar que cada casal necessitará de um programa de intervenção específico.

Como trabalha um terapeuta de casal?

O terapeuta de casal poderá ajudar os pacientes ao analisar os relatos trazidos pelos cônjuges:

  1. Entender as características comportamentais de cada cônjuge;
  2. Especificar os tipos de conflitos mais comuns no casal;
  3. Compreender a forma de comunicação de cada parceiro;
  4. Descobrir a linguagem primária de amor dos cônjuges; e
  5. Analisar emoções que cada um expressa ou reprime em relação ao seu parceiro. 

E, a partir dessa análise, o terapeuta será capaz de desvendar as raízes dos principais focos dos problemas entre os cônjuges.
Logo que ciente dos valores, dos gostos, e das necessidades individuais e do casal, podem ser traçados objetivos para os parceiros, que irão se engajar de forma mais funcional no relacionamento.
Dessa forma, o psicólogo deve estar bem preparado para lidar com demandas conjugais, desde aquelas consideradas simples, até as mais complexas. E é essa complexidade que vai definir a quantidade de sessões, estabelecida pelo próprio terapeuta.

Então, por que procurar um terapeuta de casal?

Há dados americanos que apontam que três a cada quatro casais que vão à terapia admitem uma melhora nos relacionamentos.
Ainda, uma parcela dos casais adeptos ao tratamento experimentam melhoras na saúde e no desempenho no trabalho.
Conforme Dianne Grande, doutora em Psicologia e terapeuta de casais norte-americana, aproximadamente 75% dos processos de terapia de casais é efetivo. Segundo a autora, esse dado é corroborado pela Associação Psicológica Americana (American Psychological Association).
Todo relacionamento pode passar por momentos difíceis. Mas nem sempre é fácil definir quando é a ocasião certa de procurar uma Terapia de Casal.
 Além disso, assumir que seu casamento já não é mais a mesma coisa e precisa de cuidados pode ser assustador.
Embora um dos pensamentos mais comuns relacionados a esse assunto é que somente casais à beira da “falência” devem procurar esse tipo de consulta, o Inpa defende que um tratamento eficaz pode ser realizado desde o início. 
O trabalho do teraeputa de casal é ajudar a solucionar problemas conjugais e tornar a convivência melhor. Quanto antes intervier, melhor.

Inpa –  Instituto de Psicologia Aplicada, Brasília, DF.

Atendimento Individual, Casal e Familar.

Estamos à disposição para ajudar.

AGENDE AGORA

Você conhece o seu parceiro?

Responda à nossa enquete.

Comece o teste

@ INSTAGRAM

×