Blog

Ciclotimia: mudança de humor

O que é ciclotimia?

Ciclotimia, ou Transtorno ciclotímico, é um transtorno de humor catalogado no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V). Ela é caracterizada por oscilações de humor,levando a pessoa a ter momentos de leve euforia e leve depressão.

Muitas vezes a ciclotimia é confundida com Transtorno bipolar, no entanto ela é uma versão mais branda da bipolaridade. Seus sintomas são mais leves, mas causam prejuízos, assim como a bipolaridade. 

A ciclotimia, da mesma forma que a bipolaridade, tem a fase hipomaníaca (bom humor, pensamento rápido e socialização) e distimia (depressão e isolamento). Além disso, esse transtorno pode ser visto como um traço de personalidade de alguém com o “gênio forte”, por isso é tão negligenciada. O Transtorno ciclotímico normalmente se manifesta na adolescência ou no início da vida adulta. Seu diagnóstico é feito baseado no histórico dos sintomas e esses devem ter duração mínima de um ano. 

Estima-se que 0,4% a 1% das pessoas irão ter ciclotimia. Ademais, a pessoa com ciclotimia tem de 15% a 50% de chances de desenvolver Transtorno Bipolar. De 20% a 50% das pessoas com depressão, ansiedade e outros transtornos relacionados irão ter ou têm ciclotimia. Por fim, as causas da ciclotimia são desconhecidas, porém alguns estudos apontam fatores genéticos, sociais e ambientais.

Sintomas da ciclotimia

Como a ciclotimia é dividida em duas fases: distímica e eufórica. Portanto seus sintomas são específicos para cada uma. 

Fase distímica

  • Dificuldade de concentração e de tomada de decisões.
  • Problemas de memória.
  • Sentimento de culpa, baixa autoestima e autocrítica exagerada.
  • Pensamentos autodestrutivos (suicídas).
  • Sentimento de tristeza e apatia.
  • Irritabilidade.
  • Falta de motivação e esperança.
  • Isolamento.
  • Fadiga e/ou insônia.
  • Falta de desejo sexual.
  • Mudanças no apetite.

Fase eufórica

  • Bom humor e otimismo extremo.
  • Megalomania.
  • Impulsividade e impaciência.
  • Fala rápida, pensamentos rápidos e constante mudança no assunto da conversa.
  • Aumento da atividade física e do desejo sexual.
  • Agressividade ou comportamento hostil.
  • Agitação e falta de concentração.

Tratamento

A pessoa com ciclotimia precisa aceitar o transtorno. Isso só torna o tratamento mais fácil, já que ele não tem cura. è possível controlar os sintomas e estabilizar o humor com remédios. Por isso, parte do tratamento deve ser feito com o acompanhamento de um psiquiatra.

A outra parte deve ser feita com sessões de terapia. Nelas, o paciente irá aprender a lidar com as suas fases, reconhecer os aspectos do seu humor e reformular suas reações. Como a ciclotimia afeta as relações sociais da pessoa, é recomendável que a família e os amigos da pessoa com esse transtorno façam psicoterapia para que aprendam a lidar com a ciclotimia.Ademais, o ciclotímico pode contar com grupos de apoio, exercícios físicos, alimentação saudável e sono regular com formas auxiliares do tratamento.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

You must be logged in to post a comment.

×